ISTO É PROVENCE – VAR – BANDOL E MOUVÈDRE de alemdovinho em Além do Vinho

Primeira fotogarfia publicada no artigo ISTO É PROVENCE – VAR – BANDOL E MOUVÈDREISTO É PROVENCE – VAR – BANDOL E MOUVÈDRE
de alemdovinho publicado em Além do Vinho

Poderia, aqui, escrever, como nos posts anteriores, sobre a Provence, sobre as cidades, a geografia e a história. Aqui com mais razão, porque, Var abrange míticos lugares como a Riviera Francesa, Sanit Tropez, Toulon, entre outras. Poderia falar de Verdon um maciço impressionante e ponto turístico com canyon e esportes radicais.

Mas Bandol, talvez a mais espetacular cidade produtora de vinhos da Provence, não só tem grandes roses como ali está a Mouvèdre, uma das grandes uvas tintas do Mediterrâneo.

Bandol, pequena comuna pesqueira no litoral da Provence, bem perto do porto de Marselha. Além de cidade turística é chão e terra da Mouvèdre, uma das mais emblemáticas uvas tintas da borda do Mediterrâneo.

Produz vinhos na Espanha com o nome de Monastrell, mais especificamente em Jumilla, Murcia, por exemplo. Mas é em Bandol que eu penso que desenvolveu sua plenitude.

Para os amantes do vinho, Bandol, quando estampado no rótulo, como nesta garrafa significa, além da única região demarcada para produzir tintos na Provence e garantia de roses mais encorpados e aromáticos.

A Mouvèdre é uma casta tinta de ótimo potencial de guarda em face de seus taninos. Estes custam um pouco para serem domados o que confere ao vinho muita estrutura e corpo. O tanino serve para o vinho como as colunas principais de um prédio, podem as vezes até atrapalhar, mas jamais se terá um prédio de grande estrutura sem elas.

A Mouvèdre é uma casta que quando vinificada em rose junto com a Grenache concede a estes vinhos aromas mais vigorosos, cor mais intensa e volume, podendo até mesmo ser, em alguns casos, tratados como tintos muito leves e ligeiros.

Já na vinificação em tinto trás ao  vinho uma cor vermelha intensa, vejam a foto, certo amargor na boca, quando jovem e quando domados uma lembrança muito forte de ameixas, secas e especiarias. Um vinho inesquecível.

Mas, de uma maneira ou de outra, seja em tinto ou rose, lembre-se: Cada vez que aparecer esta palavra nos rótulo do vinho a ser apreciado, lembre que este vinho veio de uma região consagrada, desde os idos tempos.

Hoje, sempre que quero um tinto ou um rose mais encorpado vou logo procurando um de Bandol.

Por fim lembre-se, uma grande região produtora de vinhos garante bons vinhos mas não bons produtores. Procure um bom importador que este , certamente, já garimpou este caminho para ti.

Esta casa em Saint Tropez é muito legal.

Gostar disto:

Be the first to like this .

Artigo original: ISTO É PROVENCE – VAR – BANDOL E MOUVÈDRE de alemdovinho publicado [dia January 14, 2012 at 12:34AM] em .

Republicado por Eno Gastronomo

Anúncios