TOP TEN DA EXPOVINIS – 2012 de Onaldo Mendes em CLUBE DO VINHO DA PB

Primeira fotogarfia publicada no artigo TOP TEN  DA  EXPOVINIS – 2012TOP TEN DA EXPOVINIS – 2012
de Onaldo Mendes publicado em CLUBE DO VINHO DA PB

SERÁ QUE NOSSO PALADAR MUDOU?
      Em paralelo a EXPOVINIS-Brasil inaugurada no dia 24/04 foram escolhidos os DEZ MELHORES VINHOS da Grande Feira deste ano, contando com um Corpo de Jurados formado pelo expert português Luis Ramos Lopes e o argentino Andrés Rosberg, presidente da ASS. ARG. DE SOMMELIERS; além de dez especialistas brasileiros como Jorge Carrara, José Maria Santana e Roberto Gerosa (jornalistas); Gustavo Andrade e José Luiz Borges(ambos da ABS-SP);  Mauro Zanus e Celito Guerra (ambos da EMBRAPA-RS); Ricardo Farias (da ABS-RIO); JoséLuiz Pagliari (da SBAV-SP) e Mário Oliveira (da SBAV-MG).
 Relacionamos a seguir os vinhos escolhidos, suas marcas e suas origens:
CATEGORIA ROSÉ – Château Pourcieux  – CÔTES DE PROVANCE – França
TINTO NACIONAL – Futardi  Syrah  – TERRA NOVA – MIOLO – Brasil
TINTO NOVO MUNDO – Bellingham – SMALL BARREL – África do Sul
TINTO VELHO MUNDO – Casa Santa Vitória – TOURIGA NACIONAL – Portugal
ESPUMANTE NACIONAL – Quinta Don Bonifácio – SERRA GAÚCHA – Brasil
ESPUMANTE IMPORTADO – Lanson Brut Rosé – CHAMPAGNE  França
BRANCO NOVO MUNDO – Sauvignon Blanc – UNDURRAGA –Chile
BRANCO VELHO MUNDO – Pierre Trimbach Riesling – ALSÁCIA – França
BRANCO NACIONAL – Sanjo Maestrale Integrus  – SÃO JOAQUIM-SC – Brasil
DOCES FORTIFICADOS – Medium Rich – Single Harvest – MADEIRA – Portugal
     O resultado nos pareceu surpreendente. O Brasil com três indicações; sendo duas de Novas Regiões, como Vale do São Francisco (BAHIA) e São Joaquim (SANTA CATARINA) classificou um Espumante com marca pouco conhecida, deixando de fora as maiores, mais conhecidas e tradicionais.
      O Painel de Catadores estava formado de pessoas sobejamente conhecidas e de bastante experiência. O que mudou nesta edição?  Logicamente, desconhecemos a lista dos vinhos que concorreram nesse Concurso, tido e havido como uma das maiores Provas do Brasil. Tudo bem mas, não conseguimos compreender como o paladar em geral esteja mudando tanto. Será que a tecnologia está suplantando definitivamente o terroir? Onde andavam os bons vinhos argentinos e as melhores marcas brasileiras? Por onde ficaram os espanhóis e os italianos?
     Finalmente, ficamos a imaginar que o avanço da idade está nos fazendo perder não só o poder da lógica, mas também a percepção dos sentidos. Será???                 
                                                  Gizêlda e Joel Falconi

Artigo original: TOP TEN DA EXPOVINIS – 2012 de Onaldo Mendes publicado [dia April 27, 2012 at 05:42AM] em .

Republicado por Eno Gastronomo

Anúncios