ALSÁCIA: UMA ABORDAGEM SIMPLES E DIRETA! de Marcelo Andrade em Vinho por Marcelo Andrade

Primeira fotogarfia publicada no artigo ALSÁCIA: UMA ABORDAGEM SIMPLES E DIRETA!ALSÁCIA: UMA ABORDAGEM SIMPLES E DIRETA!
de Marcelo Andrade publicado em Vinho por Marcelo Andrade

ALSÁCIA: UMA ABORDAGEM SIMPLES E DIRETA!
Uma histórica região de brancos elegantes, complexos e longevos.

A Alsácia é um belíssimo lugar para passear sem se preocupar com o tempo. E também um ótimo lugar para experências gastronômicas.
Localizada próxima ao Reno, numa região montanhosa, onde séculos de trabalho criaram uma das mais belas paisagens vinícolas de França. No Alto Reno, as aldeias de Eguisheim, Riquewihr, Kaysersberg, Hunawihr e Ribeauvillé através de um mar de vinhedos, apresentam o que há de melhor na Alsácia.

Além das belas paisagens, o que os visitanes procuram nas inúmeras aldeias de urbanismo e arquitetura medieval e renascentista é a degustação de excelentes vinhos idolatrados pela crítica internacional. Ao mesmo tempo, lembra muito a cultura vínica alemã. O que seria o lado germânico da França. A Alsácia é um dos paraísos gastronômicos da França. Ali, existem muitos restaurantes famosos, inclusive, alguns listados no Guia Michelan.

Como o vinhedo é protegido por montanhas de norte a sul, acabando de protegê-las dos ventos fortes e da chuva; alinhadas nos vales e nos recantos mais quentes dos contrafortes vorgianos, onde são favorecidos por um clima continental excelente.

Clima e Terroir

A Alsácia é uma região protegida, onde goza de uma situação extremamente favorável e cultural da vinha. Primaveras quentes, verões secos, outonos longos e amenos, e também invernos frios. O Solo é complexo, uma estrutura geológica formada por diferenes rochas que cobrem o antigo granito de Vorges, gerando vinhos com notas minerais em alguns casos.

Os vinhos

Os Grand Crus na sua grande maioria estão a 200-300m de altitude, num total de 50 Crus. Alguns deles: Engelberg, Kastelberg, Wiebelsberg, Winzeberg, Bergheim, Schlossberg, Steiner entre outros.

Os vinhos recebem os nomes das cepas, onde a maior parte e de vinhos brancos. Apesar da aproximação com os alemãs, o vinhos da Alsácia mais parecem com os vinhos Austríacos. A região tem muitas cepas em comum com a Alemanha: Riesling, Gewürstraminer e Silvaner. Para a produção de tintos, usa-se muito a Pinot Noir. Já para o brancos como a Pinot Blanc (antes muito comum na Borgonha) e a Pinot Gris. Também conhecida pelo nome de Toky da Álsácia ou de Rülander, na Alemanha.

Nas aldeias de Eguisheim, Riquewihr, Kaysersberg, Hunawihr, Ribeauvillé, Niedermorschwihr, podemos encontrar grandes vinhos, alguns Grand Crus que podem lhe surpreender diante de tanta complexidade, “magia” e elegância. A região é protegida da influência do Atlântico pelas Montanhas de Vosges, recebendo uma excepcional insolação durante boa parte do ano.

O que mais se destaca realmente na região é a cultura vínica. O braço forte da economia da região. De todas as castas cultivadas na região, talvez a Riesling seja a mais importante de todas.

Vinificação

Os vinhos envelhecem em cubas ou barris de madeira. São engarrafados entre seis e doze meses após a safra.

Classificação

Alsácia ou Vin d’Alsace: vinhos regionais. Apenas cepas autorizadas da região.

Edelzwicker: vinhos de corte com uma ou duas cepas autorizadas.

Cremant d’Alsace: espumante obtido com a segunda fermentação.

Vendange Tardive: vinho elaborado com uvas de maturidade tardia. Equivalente ao Spätlese alemão.

Sélection de Grains Nobles: vinhos elaboradoscom uvas obtidas pela podridão nobre (Botrytis Cinerea).

Alguns bons produtores:
Para fechar este artigo, aqui vai uma lista de alguns dos melhores produtores da região:

Albert Boxler, Dopff & Fils, Paul Blanck, Marcel Deiss, Dopff Au Moulin, Albert Aertz, Zind Humbrecht, André Kientzler, Hugel & Fils, Kuentz-Bas Jos Meyer, Ostertag, Edgard Schaller, Trimbach, Domaine Wienbach, e o maior de todos, Domaine Schlumberger.

Saúde!
Marcelo Andrade

Foto: Divulgação

Artigo original: ALSÁCIA: UMA ABORDAGEM SIMPLES E DIRETA! de Marcelo Andrade publicado [dia June 10, 2012 at 03:37PM] em .

Republicado por Eno Gastronomo

Anúncios