Borgonha – Conheça uma das regiões mais famosas do mundo do vinho de Michele Montanha em Vin&Plaisir

Primeira fotogarfia publicada no artigo Borgonha – Conheça uma das regiões mais famosas do mundo do vinhoBorgonha – Conheça uma das regiões mais famosas do mundo do vinho
de Michele Montanha publicado em Vin&Plaisir

          Localizada no Centro-Oeste da França, essa região tem seu glamour por produzir vinhos consagrados. Os vinhos da Borgonha são famosos pelos seus tintos de uva Pinot Noir e seus brancos provenientes da chardonnay, essa região caracterizada pelo sua beleza exuberante não esconde em nenhum momento seus atributos ao produzir vinhos ícones para o mercado. Entre as regiões de produção encontramos colinas privilegiadas da Côte d’Or. No coração da Borgonha temos a linda região de Côte Chalonnaise, seguida por Maconnais, Beaujolais, Chablis e Yonne. Certamente a Borgonha é uma das regiões mais expressivas, mas os vinhos franceses de outras localidades também estão no mapa mundial de vinhos.
A viticultura na Borgonha remonta séculos e cresceu principalmente com a ocupação romana a partir do século X, mas foi somente no século XIX que a produção tornou-se burguesa e popular. A Borgonha é cercada por colinas que favorecem toda a paisagem que faz com que sua beleza fique ainda mais aflorada. Seu solo é composto por calcário e rochas jurássicas, apresentando um relevo de colinas em que as vinhas tomam forma aos seus redores. 
As principais castas da Borgonha
A Pinot Noir produz de forma geral vinhos delicados, sutis e sensuais, sob notas de frutas vermelhas. A vinificação é realizada de forma muito sutil para extrair todo o sabor da uva, obtendo assim, cor e taninos em quantidade suficiente, especialmente porque o clima do norte poderá interferir na obtenção de alguns frutos perfeitamente maduros. Um grande exemplo é o Domaine Louis Jadot Chambertin Clos de Bèze Grand Cru. Um vinho elegantíssimo em seu paladar e aromas. Com certeza, um a bela opção para presentear e colecionar.
A Chardonnay apresenta resultados diferenciados, dependendo da vinificação e do terroir em que foi cultivado. Com certeza, estamos falando de um vinho menos exigente. A vinificação de um Chardonnay resulta em vinhos complexos e concentrados. Um grande branco da Borgonha se mostra cheio em boca, com notas de mel e avelã. Uma dica de degustação é o Domaine Laroche Chablis Le Clos, prefeito para acompanhamentos com frutos do mar.
Classificações e denominações de Borgonha
Vinhos da Borgonha são classificados em quatro grandes categorias denominadas Appellation d`Origine Controlée, que significa um símbolo de qualidade que garante que aquele determinado produto foi produzido naquela região e não fora dela.
Portanto, as 100 appellations da Bourgogne são distribuídas em 4 níveis de denominações:

 Appellations Régionales: vinhos produzidos nos vinhedos da Borgonha. São 23 A.O.C. Régionales. Ex: Borgonha, Borgonha Aligoté, Borgonha Pinot Noir 
 Appellations par Village: vinhos produzidos no território dos municípios vinícolas que levam seu nome.
São 44 A.O.C. par Village. Ex: Irancy, Beaune, Mercurey, Pouilly-Fuissé 
 Appellations Premiers Crus: vinhos produzidos em pequenas terras delimitadas com precisão, chamadas Climats, no seio de uma pequena cidade. No total são 684 Climats como Premier Cru. Ex: Chablis 1er Cru Fourchaume, Nuits-Saint-Georges 1er Cru, Les Cailles 
 Appellations Grands Crus: vinhos produzidos nas melhores partes da terras dos municípios vinícolas. São 32 Grands Crus na Côte d’Or + 1 em Chablis (com 7 Climats). Ex: Montrachet, Corton, Musigny, Chambertin, Chablis Grand Cru, Les Clos

Artigo original: Borgonha – Conheça uma das regiões mais famosas do mundo do vinho de Michele Montanha publicado [dia July 25, 2012 at 04:00PM] em .

Republicado por Eno Gastronomo

Anúncios