A Evolução Cromática dos Vinhos Tintos de (autor desconhecido) em Últimas Postagens do Blog | De Los Passos

Primeira fotogarfia publicada no artigo A Evolução Cromática dos Vinhos TintosA Evolução Cromática dos Vinhos Tintos
de (autor desconhecido) publicado em Últimas Postagens do Blog | De Los Passos

Ao contrário dos vinhos brancos, que ganham tons mais intensos de cor na medida em que envelhecem, os vinhos tintos perdem cor com a idade. O tempo, no caso dos tintos, faz com que a pigmentação corante (antocianinas), forme placas mais densas que precipitam para a base da garrafa formando a sedimentação, quando precisamos decantá-lo. A evolução cromática nos vinhos tintos, portanto inicia-se com uma cor violácea intensa, que não permite a passagem da luz. Depois evolui para um rubi com halo violáceo, caminhando para um rubi vivo, granada, cereja, rubi com reflexos alaranjados e cor de tijolo ou tela quando está de todo oxidado. A foto acima não mostra exatamente essa evolução cromática, mas alguns dos tons que o vinho tinto pode apresentar em razão da casta utilizada e do tempo de vida.                               

Artigo original: A Evolução Cromática dos Vinhos Tintos de (autor desconhecido) publicado [dia August 26, 2012 at 11:38AM] em .

Republicado por Eno Gastronomo

Anúncios