Expovinis 2012 de Beto em O Vinho e os Prazeres

Primeira fotogarfia publicada no artigo Expovinis 2012Expovinis 2012
de Beto publicado em O Vinho e os Prazeres

Fui convidado a participara do evento Expovinis 2012, na Exponor. (http://www.exponor.com.br/expovinis/).


Este evento, que ocorre todos os anos, se deu em São Paulo, no dia 24/04 para a imprensa e convidados e, para o público, nos dias 25 e 26/04.

O próximo encontro está previsto para 23 a 25/4 de 2013.

O evento contou com mais de 400 expositores, entre produtores e importadores de vinhos.

Compareceram no evento 19 mil visitantes, sendo abertas 60 mil garrafas de vinho de 5 mil rótulos diferentes.

Todos os anos, um grupo de experts em vinhos elege os Top 10 vinhos do evento. Neste ano foram escolhidos:

1) Vinho rose: o francês Château de Pourcieux Côtes de Provence 2011, do produtor Château de Pourcieux, importado pela Cantu. (http://www.cantu.com.br/novomix/catalogo_cantu_site.pdf).

2) Tinto do novo mundo: The Bernard Series Small Barrel S.m.v. 2009, Da África do Sul, sem importador.

3) Tinto nacional: Testardi Syrah 2010, produzido pela Miolo.

4) Tinto do novo mundo: Casa de Santa Vitória Touriga Nacional 2008, do Alentejo, Portugal, importado pela Vila Arouca.

5) Espumante nacional: Quinta Don Bonifácio Habitat Brut, produzido por Quinta Don Bonifácio, na serra gaúcha. (http://www.quintadonbonifacio.com.br/inicial.php)

6) Espumante do velho mundo: Lanson Brut Rosé, da região de Champagne, importado por: Barrinhas (http://www.barrinhas.com.br/site/).

7) Branco do velho mundo: Trimbach Riesling Cuvée Frederic Émile, da região da Alsácia, importado por Zahil, por R$345,00.

8) Branco do novo mundo: O chileno Undurraga T.H. Sauvignon Blanc 2011, na região de San Antonio, importado por Abflug (http://www.abflug.com.br/site/).

9) Branco Nacional: Sanjo Maestrale Integrus 2010, produzida por sanjo, na serra catarinense (http://www.sanjo.com.br/).

10) Doces e fortificados: Medium Rich Single Harvest 1998, produzido por Henriques & Henriques, na ilha da Madeira, importado pela Zahil, por R$166,00.

O evento foi uma festa, onde se podia provar desde azeites, até a maioria de vinhos de todo o mundo.

A importadora Viníssimo cresceu bastante e abriu a maior parte de seus vinhos ao público.

A importadora Zahil adotou uma atitude antipática, disponibilizando apenas os vinhos básicos, mesmo nos horários abertos apenas a profissionais da área.

Grandes importadores como World Wine, Grand Cru e Decanter não participaram do acontecimento, pois fazem os seus próprios eventos.

A Itália, França e Portugal compareceram com vários produtores que estavam à busca de importadores no Brasil.

O evento, que é o maior da América latina, foi um sucesso em todos os aspectos.

Servindo o Jerez

Acho que os interessados em vinho devem se programar para o próximo ano, para entrar em contato com o mundo do vinho.

Artigo original: Expovinis 2012 de Beto publicado [dia May 23, 2012 at 09:14PM] em .

Republicado por Eno Gastronomo

Anúncios