Vinhos naturais e queijos “onde os fracos nao tem vez”……. rs de noreply@blogger.com (Lis Cereja) em BLOG DA LIS: Comer,Beber,Viajar.

Vinhos naturais e queijos “onde os fracos nao tem vez”……. rs
de noreply@blogger.com (Lis Cereja) publicado em BLOG DA LIS: Comer,Beber,Viajar.

Hmmm, novidades naturebas que o Marco nos trouxe semana passada, para degustar. Quem sabe alguma dessas delicias nao aportam em Sampa ano que vem?! rss

O Beaujolais Villages foi o queridinho. Turvo, clarinho, complexo, perfeito! Sim, turvo e clarinho. Pois esse negocio de vinho brilhante e escuro ja esta fora de moda. Parker que me desculpe, mas vinho sincero me diz muito mais do que vinhozito maquiado.  Bomba por bomba, prefiro de chocolate. Maquiagem por maquiagem, prefiro batom. Alcool por alcool, prefiro perfume da Chanel.

Vinho tem que ser vinho. Nao produto industrializado.

Aleeeassss, falando em produto industrializado….

Na mala, vieram tambem alguns contrabandos parisienses. Queijos onde os fracos nao tem vez. Mofos dos mais diversos sabores, cores e idades! rsss Afinal, quem nao gosta de queijo meio podrinho, nao gosta de queijo.

Vide minha geladeira quando volto de viagem. Parece que mataram um bicho em casa, de tao forte que fica o cheiro.

Mas convenhamos, minha gente … nao tem nada melhor do que um bom queijinho de leite cru, daqueles que a amonia fica tao forte depois de um certo tempo, que da ate um barato quando voce come! rss Criancas, nao facam isso em casa. Mas que da barato, da. Juro.

Para quem tem estomago, vale a pena comer um desses aqui na proxima viagem. Sim, pois aqui no Braza voce so acha se for contrabandeado na mala. Nossa legislacao inteligentissima proibe entrada de queijos de leite cru. Afinal, sabemos muito mais sobre queijos e qualidade de vida e alimentos do que nossos amigos franceses, que devem estar a uns mil anos no metier.

Gente, o Braza tem umas coisas que me irritam tanto… mas enfim.

O primeiro queijo onde os fracos nao tem vez: Epoisses. Uhuu, queijo de Napoleao! Massa mole, laranja, funguento que so ele. Tem um certo gosto de carne assada, por incrivel que pareca, e quando amadurecido, so fica mais forte e mais gosmento. Carinhosamente chamado de “frieirinha” por nossos amigos.

Um passo alem da bravura, vem o Aisy Cendre. Vizinho de porta do Epoisse, na Borgonha, alem de todas as delicias acima mencionadas, vem envolto em uma camada de cinzas. Sabe-se la do que. Acho que ate meus tataravos devem estar ali. Fantastico. Mas requer um tico a mais de coragem do que o Epoisse.

O ultimo foi um Brique de Brebis ( Ovelhinhas, ovelhinhas! ), um queijito de ovelha que, no auge da sua juventude, deve ser fantastico. Provamos ele ja um tanto quanto mofadinho. Mas estava ainda interessantisimo. Como uma velha senhorinha que quando voce olha, da pra ver como foi linda com seus vinte aninhos.

Salut!!

Artigo original: Vinhos naturais e queijos “onde os fracos nao tem vez”……. rs de noreply@blogger.com (Lis Cereja) publicado [dia September 13, 2012 at 06:43PM] em .

Republicado por Eno Gastronomo

Anúncios